Planejar o funcionamento de uma empresa do zero envolve conhecer o mercado e seus concorrentes e saber o que você quer para o futuro. Pode parecer muita coisa, mas essa a receita para o sucesso do seu negócio: o plano de negócios.

Um plano de negócios é um retrato da empresa que revela suas metas, características, sua importância e inserção no mercado, além da compreensão do que a torna competitiva.

Segundo a definição do Sebrae, o plano de negócios "descreve por escrito os objetivos de um negócio e quais passos devem ser dados para que esses objetivos sejam alcançados, diminuindo os riscos e as incertezas".

O plano de negócios é um documento vital para a saúde da empresa, e deve ser construído o quanto antes.

Ele deve, preferencialmente, ser traçado desde a estruturação de um novo negócio a fim de checar sua viabilidade, ou quando se deseja planejar novas unidades do negócio.

Mas se você já tem sua empresa funcionando, não se desespere! O plano de negócios ainda traz muitos benefícios e força às suas decisões, então vale muito a pena elaborar um.

O plano é importante para se analisar os pontos fortes e os que devem ser melhorados, pois, com um planejamento bem feito, pode-se observar melhor quais atividades estão correndo de maneira satisfatória.

Com o plano de negócios, o gestor poderá estruturar seu produto e serviço , conhecendo de antemão o mercado , suas exigências, demandas e características.

Conhecendo bem o mercado, ele estará mais adaptado à realidade, às tendências mercadológicas e oferecerá serviços mais competitivos , garantindo melhor performance.

Um bom plano deve analisar o mercado, detalhar informações variadas, como concorrentes, fornecedores e produtos etc.

Tais dados são importantes para a tomada de decisão da empresa.

Com a base de dados sobre o mercado no qual uma empresa está se inserindo, é possível dimensionar resultados positivos ou não a partir de determinadas ações ou sazonalidades, por exemplo.

Além disso, o gestor poderá escolher a área específica de atuação e quais produtos ou serviços serão oferecidos.

Para pensar o marketing e as vendas, é necessário pensar no público-alvo e nos maiores concorrentes.

A partir dos dados, podem ser traçados planos financeiros, utilização de recursos, investimentos, custos fixos e variáveis, plano de marketing, análises de viabilidade, estratégias de venda e muito mais.

Um dos principais motivos para se implementar o plano é definir o objetivo principal da organização. Quando se tem visão e missão bem definidos, há maiores chances de se alcançar o sucesso.

Por isso, estabelecer um planejamento e traçar diretrizes e metas a serem seguidas auxiliam no processo.

O plano de negócios ajuda até mesmo a recrutar os colaboradores mais qualificados para as metas estabelecidas em cada função, o que ressalta a importância desse planejamento.

As principais vantagens do plano de negócios

Como você pode notar, o plano de negócios praticamente deixa de ser um diferencial para ser uma peça fundamental para o desenvolvimento da sua empresa.

E ele traz uma série de recompensas. Conheça os maiores benefícios!

Conhecer melhor o seu negócio

A análise da conjuntura mercadológica e econômica, de quem é seu público-alvo , seus concorrentes, fornecedores, colaboradores, parceiros, seu budget, entre outras questões, é primordial.

A ampla observação permitida pelo plano expande o olhar do gestor para todas as relações que serão estabelecidas dentro e fora da empresa, e de que forma elas podem impactar o negócio.

Conhecer seu negócio a fundo garante que você poderá defendê-lo melhor, que ele estará mais bem posicionado no mercado e que ele também poderá atingir, de forma mais certeira, os clientes e parceiros adequados.

Além disso, o conhecimento auxilia na tomada de decisões , seja para a gestão de riscos, na parte organizacional, para recrutar os colaboradores certos ou para estabelecer as metas adequadas.

Conhecer o seu n** egócio** nunca é demais!

Segurança

Planejamento foca em oferecer segurança para poder arriscar com sabedoria. E o item anterior sobre conhecer bem sua empresa e suas dinâmicas tem tudo a ver com isso.

Conhecer os processos, onde estão os riscos e de que forma é possível lidar com eles também faz parte do plano. Os riscos não deixarão de existir com um plano de negócios, mas se tornarão mais visíveis.

A possibilidade de prever cenários benéficos e prejudiciais para a empresa permite também que já sejam traçados planos de contingência para possíveis crises.

Os riscos passam a ser mais bem calculados e, segundo o Sebrae, incertezas no seu negócio são reduzidas quando se evita que erros sejam cometidos pela falta de análise.

Com o plano de negócios, pode-se também investir com mais segurança , uma vez que já existe um plano financeiro e de riscos e, assim, sabe-se o que pode ser feito no momento em questão.

Alinhamento de informações dentro da empresa

Quando as informações, os procedimentos, a organização e as metas estão formalizados, torna-se muito mais fácil que sócios e colaboradores estejam cientes de tudo o que acontece na organização.

Isso contribui para que todos saibam qual é o próprio papel dentro da empresa a fim de que os objetivos sejam alcançados.

Além disso, a construção de um documento que estabelece a cultura da empresa, tais como a visão e missão dela, serve para unir todos que ali estão em volta de um mesmo propósito.

Estabelecer aonde você quer chegar

O principal objetivo do plano é pensar aonde você quer chegar com sua empresa. E essa é uma vantagem e tanto!

Mesmo que, às vezes, seja possível imaginar, colocar no papel ajuda a traçar os passos para chegar lá.

No plano de negócios, você vai estabelecer a missão , que representa o propósito do seu negócio, o motivo pelo qual ele existe.

Depois, a visão , que é a direção que a empresa pretende seguir, o que destino de chegada para a sua empresa no futuro.

Em seguida, estabelecem-se os valores , que consistem nos princípios éticos presentes na cultura da empresa, como comportamentos que regem a organização e que devem guiar os colaboradores.

Com isso, torna-se mais fácil estabelecer os objetivos a longo prazo e pensar onde a organização deve estar daqui a seis meses, um ano, cinco e até 10 anos!

Isso porque, no plano de negócios, você planeja todo o funcionamento do negócio e o direciona, através dos objetivos e das metas, para que ele siga até o que você planejou para o seu futuro.