Toda empresa deseja alcançar o sucesso. Mas como chegar lá? Saiba o que é planejamento estratégico ,queatua como um mapa que auxilia o seu negócio a atingir os objetivos a longo prazo.

O planejamento estratégico funciona como o ponto de partida para uma empresa, buscando pensar a longo prazo e definir objetivos e estratégias para orientá-la em direção ao sucesso.

Pensar no que é planejamento estratégico colabora para que se administre o tempo, os recursos e a energia de maneira adequada e eficiente, aumentando a produtividade da empresa.

Segundo Alfred Chandler, professor de Harvard, a estratégia pode ser definida como: "a determinação de metas e objetivos básicos , em longo prazo, assim como a adoção de cursos de ação e alocação de recursos para atingir as metas".

Estabelecer uma série de metas e estratégias no período inicial de uma empresa pode parecer difícil, uma vez que não se sabe o futuro do mercado ou da própria organização.

No entanto, é justamente o planejamento que direciona a empresa para o futuro, tornando-a mais suscetível a oportunidades e preparada para incertezas a fim de que sofra o menor impacto negativo possível.

O planejamento estratégico não deve ser fixo. Pelo contrário: é importante que ele seja revisto com uma certa periodicidade e, se necessário, ajustado. Assim se garante que ele estará alinhado à realidade e às necessidades da empresa.

Quando não existe um planejamento efetivo, tende-se a solucionar problemas pontuais, sem considerar a vida da empresa a longo prazo ou de que forma a tomada de decisões pode impactar o futuro.

A ausência de um plano abre margem para inúmeras possibilidades e é possível perder de vista as ações e os fatores que são realmente importantes para a validação do negócio.

Um planejamento estratégico deve observar múltiplos aspectos da organização, incluindo todas as áreas da empresa para que exista uma visão mais global das variáveis a fim de garantir sua eficiência e aplicabilidade.

Um desses aspectos é o planejamento financeiro , com a previsão de receitas e despesas, no qual se considera quais aportes serão necessários para o futuro e para a consolidação da empresa.

Deve-se observar também as etapas definidas para o funcionamento interno e até mesmo o planejamento de pessoal, observando como os colaboradores podem auxiliar na execução do plano.

Como elaborar um planejamento estratégico?

Pensar o que é planejamento estratégico passa pela análise sistêmica da empresa, a identificação do propósito e a definição de estratégias.

Confira, a seguir, como elaborar um plano para a sua empresa!

1. Pensar o que é planejamento estratégico e a cultura organizacional

Para elaborar um planejamento estratégico, deve-se realizar uma análise sobre o momento vivido pela empresa e perceber como as medidas tomadas impactam o alcance do propósito estabelecido.

Inicialmente, é necessário responder a algumas perguntas que irão fornecer respostas ligadas ao que é mais importante para a organização.

Essas perguntas irão identificar, assim, a cultura da empresa. São elas:

  1. Onde a empresa está atualmente? Qual é o cenário da sua companhia no mercado?
  2. Aonde se quer chegar? Qual é o objetivo em determinado período de tempo (em um mês, um ano, cinco anos etc.)?
  3. Como pretende chegar lá? Quais recursos são necessários e quais ações serão tomadas para alcançar as metas traçadas?

Considerando estas questões centrais, pode-se definir qual é a missão (propósito, razão de existir), a visão (aspirações, o que se quer atingir) e os valores (princípios que orientam as ações para realizar os objetivos), que são partes integrantes da cultura da empresa.

Nesse estágio inicial, é fundamental, portanto, conhecer bem a empresa. Seja em relação às suas aspirações ou em relação aos processos e às dinâmicas.

Analisar a fundo as qualidades e vantagens competitivas já existentes, bem como fraquezas e pontos a serem melhorados, permite que o planejamento estratégico seja elaborado de acordo com a realidade da empresa, prevendo questões importantes para o seu futuro.

São bem-vindas, por exemplo, análises sistêmicas, como a da MatrizSWOT, que observa aspectos internos e externos da empresa para identificar forças, fraquezas, oportunidades e ameaças.

Conhecer internamente o empreendimento permite identificar falhas e possíveis melhorias , além de antecipar riscos e auxiliar na tomada de decisões mais assertivas para que se alcancem as metas a longo prazo.

Já observar o ambiente externo à organização permite acompanhar concorrentes, tendências mercadológicas, sazonalidade e até mesmo o surgimento de novas regras e leis que podem prejudicar ou beneficiar a empresa.

O planejamento fornece, assim, vantagem competitiva por poder sugerir caminhos mais vantajosos.

A empresa se fortalece nos âmbitos interno e externo e se torna menos suscetível às variações do mercado , indo em direção aos seus objetivos e evitando ser levada a outros lugares pela "correnteza" do mercado.

2. Estabelecer a estratégia

Uma boa estratégia precisa ser simples, objetiva, facilmente compreensível e factível.

Por isso, o planejamento estratégico desmembra a estratégia em alguns níveis, transformando um tema mais amplo e abstrato em uma ação prática.

O planejamento estratégico divide a estratégia em objetivos, metas e planos de ação, trazendo as ações para o cotidiano da empresa em um plano de execução.

O objetivo revela o que se pretende alcançar na empresa, deixando claro o que deve ser almejado.

As metas detalham o resultado que se deseja alcançar e são frequentemente traduzidas de forma que possam ser acompanhadas e mensuradas , por exemplo, em números.

Os planos de ação conseguem delinear a parte prática da execução das estratégias, desdobrando objetivos em segmentos menores (os táticos) com diretrizes de processos. Tais partes conduzem ao objetivo macro.

É fundamental monitorar e mensurar o andamento da tática, de modo a perceber quais iniciativas funcionam adequadamente, o quão próximo se está do objetivo e se há a necessidade de adaptar o planejamento.

3. Alinhar e motivar a equipe

É também parte do processo definir os setores e colaboradores responsáveis por cada segmento do plano de ação, além de informar todos sobre o que é planejamento estratégico e de que a equipe é parte fundamental para alcançar os objetivos traçados.

É interessante que o processo de construção de um planejamento estratégico se dê de forma participativa , propondo o engajamento entre as equipes e que elas estejam devidamente alinhadas.

Colaboradores que participam do estabelecimento de metas e sabem qual direção a empresa quer seguir coletivamente têm uma maior tendência a se sentirem parte da organização e das decisões.

Além disso, a motivação pode ficar em alta quando os profissionais passam a se empenhar em metas estabelecidas em conjunto, em vez de previamente estabelecidas e impostas.

Deixar o planejamento bem claro para todos os colaboradores permite que a empresa tenha canais de comunicação mais transparentes e que todos estejam cientes de seus respectivos papéis para o crescimento da organização.

A criação de um plano estratégico proporciona uma leitura comum sobre o propósito da empresa e, assim, torna-se mais claro que todos têm um papel fundamental na conquista dos objetivos.

Para um bom desenvolvimento de estratégias, é vital que as equipes estejam envolvidas e sejam colaborativas, uma vez que o crescimento depende dessa interligação.

Se uma das metas for aumentar o número de vendas, por exemplo, é importante que o marketing consiga vender a ideia e atingir o público-alvo; que o setor de vendas esteja preparado para recepcionar o cliente; que a produção esteja em dia e seja compatível com a demanda; e que a logística possa realizar a entrega.

As relações são interdependentes e são potencializadas quando o quadro de colaboradores vê a empresa como um todo, auxiliando em seu crescimento.

Desenvolver estratégias para a formação de lideranças, focando o interesse coletivo dentro da empresa e a promoção do trabalho em equipe, pode ser uma grande aliada.

Planejar é sempre uma importante ferramenta para orientar negócios novos e em andamento, buscando sempre minimizar possíveis riscos. Agora que você sabe o que é planejamento estratégico, conheça a importância de modelos de negócios efetivos, bem pensados e direcionados ao sucesso.