Incertezas do mercado, diferentes fornecedores, problemas financeiros. São muitas as variáveis que geram preocupação em uma empresa. Porém, se você souber o que é gestão empresarial e como implementá-la no seu negócio, será muito mais fácil lidar com esses aspectos.

Se você quer começar uma empresa ou já possui uma, independentemente de ser de pequeno ou médio porte, esse texto é para você!

Todos os interessados no ramo dos negócios devem saber o que é gestão empresarial. O que vai mudar, de acordo com o porte da empresa, é a complexidade dessa gestão.

No texto de hoje, vamos mostrar como melhorar a qualidade da administração da sua empresa através da gestão empresarial. Vamos lá?

Administração X Gestão

Muitas pessoas consideram essas duas palavras sinônimas. Porém, embora as duas se refiram à motivação de pessoas em empresas através de coordenação e orientação, os conceitos de administração e gestão não são os mesmos.

A parte de administração busca identificar as vantagens reais do mercado com a finalidade de manter a organização de forma racional e calculista.

Enquanto a administração é mais voltada para o âmbito estratégico e técnico, a gestão engloba uma série de outros aspectos mais humanizados, como veremos no tópico a seguir.

O que é gestão empresarial e por que implementá-la

A gestão empresarial é um fator decisivo para o sucesso de uma organização. Ela interfere na parte de administração, de controle e na disposição dos processos de uma empresa.

Esse modelo de trabalho, que molda as estruturas e hierarquias dentro de um negócio, também abrange a gestão de recursos e a política de valores.

Entender o que é gestão empresarial depende de muitos fatores. O conceito engloba organização, liderança, planejamento, controle de resultados do negócio e até recursos humanos.

É indicado que cada empresa construa o próprio modelo, baseada em seus objetivos e nas características do mercado em que atua.

Uma boa gestão empresarial é essencial não só para as empresas que estão começando, mas também para aquelas que querem crescer no mercado.

A melhoria das políticas internas é importantíssima para qualquer empresa, independentemente da área de atuação. Se todos os departamentos estiverem funcionando bem, a chance de seu negócio obter sucesso é bem maior.

Essas relações, quando otimizadas, também tendem a atrair mais colaboradores e, consequentemente, mais acionistas interessados em investir na empresa.

O gestor

Existem, no mercado, cursos de Gestão Empresarial que preparam a pessoa que vai assumir o cargo de gestor. Além de ter feito esse curso, é importante que o gestor possua experiência e comprometimento.

É interessante que o empreendedor dono da empresa também faça esse curso, mesmo que não seja ele a pessoa que ficará responsável pela execução da gestão.

Não tem aquele ditado que diz que "o que engorda o boi é o olho do dono"? Nos negócios, não é diferente. Se o dono da empresa estiver presente e participando da gestão, a chance de dar certo é maior.

Além disso, a pessoa que criou a marca pode fazer uma contextualização mais detalhada da empresa dentro do segmento, o que facilita as análises dos ambientes interno e externo.

Entretanto, vale lembrar que o gestor não trabalha sozinho.Todos os funcionários fazem parte da implementação do modelo de gestão, e não apenas os gerentes e diretores.

A transparência na administração, que é tão valorizada na economia globalizada, geralmente vem de cima para baixo.

Diretores engajados no modelo formam gerentes que se empenham em aderi-lo e que, por sua vez, fazem uma boa administração com os funcionários.

Por onde começar

Depois de entender o que é gestão empresarial, é hora de colocar a mão na massa. Vamos falar mais sobre gestão de pessoas e de processos, organização, planejamento e tecnologia.

Existem modelos prontos de gestão. A ideia de um modelo que já foi testado é interessante porque reúne experiências comprovadas dos acertos e dos erros, economizando tempo na implementação.

Porém o ideal é que você faça um planejamento específico para sua empresa, com base em suas características particulares. E você pode (e deve) consultar modelos que já foram implementados a título de comparação.

Para esse planejamento, a empresa de consultoria pode ajudar - e muito - justamente pela experiência no ramo de negócios. O banco de dados dos consultores auxilia a fazer escolhas mais assertivas.

Apesar de as necessidades da empresa mudarem, dependendo do mercado e da área de atuação, alguns pontos são sempre importantes, como veremos agora.

Estudo

Aprender na prática é muito importante. Porém, também é necessário reunir a parte teórica, que sempre carrega uma bagagem muito boa de informação.

Nesse estudo, devem constar informações detalhadas sobre o mercado, a sua empresa, os concorrentes e os consumidores. Para isso, procure usar insights de análise e dados comprovados de pesquisa.

Planejamento

Um bom planejamento é essencial para qualquer área dos negócios. Na gestão empresarial, essa organização é importante para reduzir riscos e para saber identificar oportunidades.

O primeiro ponto é estabelecer quais são seus objetivos. Depois disso, é preciso traçar estratégias para alcançá-los.

Clientes

O cadastro de clientes deve estar sempre atualizado e completo. Esse tipo de ação ajuda muito a equipe de marketing, que poderá investir com mais propriedade no atendimento de clientes e no relacionamento entre eles e a empresa.

Saber em que nicho sua empresa está inserida, qual o tipo de pensamento dos clientes e como eles se comportam ajuda nos resultados da gestão empresarial.

Motivação

Uma equipe motivada gera mais resultados. Também é papel da gestão empresarial incentivar os colaboradores a sempre manterem alta performance e produtividade.

Mas como motivar os funcionários? Um sistema justo de recompensa , como um plano de carreira, por exemplo, pode incentivar sua equipe a ter resultados sempre melhores.

Atrelado a esses incentivos, um feedback honesto também ajuda bastante, tanto na hora de identificar problemas quanto na hora de reconhecer as boas ideias.

Um ambiente de trabalho saudável, apesar de ser levado em conta por poucos, também é um aspecto motivador.

Inovação

Não adianta querer implantar um modelo de sucesso em 2019 com uma cabeça de 1990, não é? É importantíssimo trazer sempre novidades.

Essa inovação pode vir em forma de ciclos na gestão empresarial. Além de criar novos serviços e produtos, é necessário que o tempo de vida desses processos seja monitorado e otimizado.

Incentive a criação de novos produtos, bem como a implementação de novas ideias. Utilize os conceitos do Ciclo de Deming, também conhecido como PDCA.

Resumidamente, o PDCA (em inglês, Plan, Do, Check andAct) consiste em planejar, realizar, controlar e agir. O principal objetivo é deixar os processos mais ágeis.

Para medir esses resultados, existem vários softwares que podem ajudar você, criando relatórios e economizando seu tempo, como o DropBox e o Evernote.

Vale lembrar que uma visão externa também é de extrema importância. Esse vetor de inovação pode vir da consultoria de negócios. Uma empresa especializada nesse tipo de planejamento ajuda sua marca a sempre buscar novidades.

Viu como é importante saber o que é gestão empresarial? Agora é só colocar essas dicas em prática! Entre na nossa página e confira os serviços que oferecemos para sua empresa. Além de conhecer melhor nosso trabalho, você fica por dentro das novidades do mercado.