Pode ser que você (ainda) não saiba o que é Canvas, mas, com certeza, vai querer implementá-lo na sua empresa depois de entender um pouco melhor sobre como ele funciona.

O Canvas é uma ferramenta muito utilizada atualmente pelas empresas que querem organizar melhor as etapas de produção.

No texto de hoje, vamos explicar o que é Canvas e como ele facilita a vida na empresa. Vamos conferir?

O que é Canvas?

Antes de entrarmos no mérito sobre o que é Canvas, é importante entender do que se trata um modelo de negócios.

Um modelo de negócios têm a intenção de fazer com que os objetivos da empresa fiquem mais nítidos.Para isso, são usados esquemas que evidenciam os elementos e as fases do negócio.

A implementação do modelo costuma ser feita com o auxílio de quadros. Esses quadros possuem várias divisões, todas relacionadas com alguma área dentro da empresa.

As divisões passam por escolha do produto, atendimento ao cliente, fontes de receita, até chegar nos resultados da implementação.

Cada uma delas deve estar escrita no quadro, de preferência com um Post-It ou outro material que permita modificação, já que os elementos podem sofrer ajustes ao longo do tempo.

Mesmo que a ideia não esteja completamente formada, é importante que ela esteja no papel. A visualização dos elementos facilita o entendimento do processo como um todo.

O Business Model Canvas é uma ferramenta que ajuda na implementação desse modelo de negócios, atuando de forma mais simples e resumida.

Com o modelo já estruturado, a ferramenta vai ser responsável por colocá-lo em prática. Entendendo o que é Canvas, você vai precisar identificar alguns outros elementos, como o diferencial que a empresa oferece.

Além disso, podemos citar o público-alvo que vai consumir os produtos ou serviços, quais serão esses produtos ,como irá funcionar o fluxo de dinheiro e como vai ser a relação com os clientes.

O Canvas é uma ótima ferramenta para dar o pontapé inicial na sua empresa. Porém vale lembrar que ele não é apenas para iniciantes e que todas as empresas, de pequeno ou médio porte, devem implementá-lo.

O método, criado pelo pesquisador suíço Alexander Osterwalder, é pautado em quatro pilares principais, subdivididos em nove temas, assunto do próximo tópico.

Os nove quadrantes

Para entender melhor o que é Canvas, é preciso ter em mente os quatro pilares, que são: clientes (quem), oferta (o que), infraestrutura (como) e viabilidade (quanto).

Dentro de cada um desses pontos, existem desdobramentos que, ao todo, somam nove subdivisões. Vamos falar de cada uma com mais detalhes agora.

Para facilitar a compreensão, separamos uma pergunta para cada item. É a essa pergunta que você deve responder para chegar às necessidades de cada item.

Confira!

Segmentos de clientes

Para quem está sendo criado valor?

Neste momento, é preciso decidir qual é o público-alvo da sua marca. Você precisa destacar, também, quais são as características desse cliente, com distinção de faixa etária, idade, sexo, por exemplo.

Propostas de valor

Qual valor será entregue ao cliente?

Esse valor diz respeito ao diferencial competitivo da empresa. É a capacidade do negócio de entregar as soluções que o cliente busca, o motivo pelo qual ele vai querer pagar pelo que você oferece.

Dentro do conceito sobre o que é Canvas, essa parte também engloba saber quais são os problemas que a empresa vai ajudar o cliente a resolver e acompanhar quais necessidades conseguem ser atendidas.

Canais

Quais canais são mais eficientes para alcançar o cliente?

Os canais são as ferramentas que levam a empresa até o conhecimento do cliente. Por isso, é muito importante definir como entregar o produto para o consumidor.

Você deve decidir se suas vendas serão on-line ou presenciais, se a empresa terá 0800, SAC e redes sociais.

É importante estudar bastante esse caminho para garantir o menor custo e o melhor resultado.

Relacionamento com os clientes

Como a empresa pretende se relacionar com o cliente?

A interação com os clientes é uma das partes mais importantes na empresa. Isso engloba a forma de a marca se relacionar com o público e como ela faz para inspirar o cliente.

Quanto maior for a base de clientes, maior deve ser a divisão em grupos-alvo, já que cada grupo possui suas necessidades e especificidades.

Essa segmentação de clientes ajuda a estabelecer como a empresa atuará para satisfazer os anseios de cada grupo.

Fonte de receita

Como a marca gera dinheiro?

A fonte de receita inclui a estimativa de margem de lucro e as formas de pagamento do produto ou serviço.

Você precisa saber quanto os seus clientes estão dispostos a pagar pelo seu produto.

Recursos-chave

Quais recursos são essenciais?

Para entregar a proposta de valor, que é o diferencial prometido para a empresa, será preciso ter uma infraestrutura, o que inclui recursos humanos e gastos com materiais.

São esses recursos essenciais que entram nessa parte do quadro.

Atividades-chave

Quais são as atividades primordiais para o modelo de negócios funcionar?

É hora de traçar estratégias para entender o que realmente é necessário para conseguir um bom desempenho.

Depois de ter os objetivos traçados, você precisa saber quais ações deve realizar para alcançá-los.

Parceiros-chave

Quais as parcerias da empresa e como elas podem melhorar o negócio?

Os parceiros são aliados muito importantes na hora de alavancar o seu negócio.

Com parceiros adequados, você pode combinar especialização e conhecimento para aumentar as chances de o seu projeto ser bem avaliado.

Estrutura de custo

Quais os custos necessários para o modelo de negócios funcionar?

É extremamente importante que o projeto todo esteja alinhado à realidade financeira da empresa. Essa etapa busca levantar todos os custos necessários para que as ações saiam do papel.

Essa parte é diretamente ligada aos recursos-chave. Se algum custo superar a receita, é sinal de que essa parte do projeto deve ser repensada.

Ferramentas úteis

Durante o texto, pudemos observar que o Canvas é uma excelenteferramenta para guiar, modificar ou renovar o modelo de um negócio. Separamos, a seguir, duas ferramentas que podem ajudar você.

  • Canvanizer: essa ferramenta ajuda a colocar em prática os pontos que citamos no item anterior. Para isso, ela organiza os dados em ordem lógica. A plataforma é gratuita.
  • Sebrae Canvas: o Sebrae lançou uma cartilha explicando as táticas inovadoras para o negócio. Uma delas inclui a explicação sobre o que é Canvas e como colocá-lo em prática. Além da versão on-line para computador, você também pode baixar o apppelo seu celular.

Depois que o modelo estiver todo preenchido, você precisa validá-lo. Isso ajuda a identificar os possíveis erros e permitir que a inovação e a renovação sejam constantes.

Agora, depois de entender o que é Canvas, você vai ter muito mais segurança para abrir seu negócio ou até mesmo para dar uma renovada no que já existe. Leia também o texto sobreGestão Empresariale fique por dentro das principais dicas da área de negócios.