Você que já possui o próprio negócio ou ainda está pensando em abrir um deve ficar preocupado com muitos detalhes. Por isso, hoje vamos falar sobre o alinhamento estratégico, que vai ajudar você a lidar com cada item.

Gestão, engajamento dos funcionários, recursos, processos e estratégias são alguns dos pontos presentes no alinhamento estratégico.

Confira, a seguir, o que este alinhamento engloba e como ele alavanca os resultados.

O planejamento como parte da estratégia

Antes de entrar propriamente no alinhamento estratégico, é muito importante entender outro conceito, que é o do planejamento estratégico.

Ele consiste em um processo gerencial em que a realidade dentro e fora do negócio são levadas em conta para traçar as metas a serem alcançadas.

Isso inclui, também, tomar decisões importantes sobre processos administrativos. São criadas estratégias para tornar a startup mais competitiva no mercado. Essas metas concretas vão servir de guia para o negócio.

Com funções predefinidas, os funcionários têm mais tempo para se dedicar às etapas essenciais da realização da tarefa.

Com esse planejamento, os cursos já são definidos, bem como os destinos são previamente indicados.

Alguns princípios, quando absorvidos pelos funcionários, facilitam o foco nos objetivos. A missão, visão,os valores e o modelo de negócio são a espinha dorsal do planejamento estratégico de qualquer startup:

  1. Missão: é o propósito da empresa, o motivo da existência dela;
  2. Visão: é o destino que você espera para seu empreendimento, o que você pensa para o futuro;
  3. Valores: são os comportamentos que regem a empresa e os funcionários, os princípios morais;
  4. Modelo de negócio: quais os produtos e serviços oferecidos pela empresa, o que ela produz.

Entender o posicionamento estratégico da empresa

Além de estudar a fundo o ambiente no qual seu negócio está inserido, você deve saber quais são os pontos fortes e fracos dele.

Para isso, a maioria das startup opta pela Análise SWOT, termo em inglês que dá nome ao quadro que mede fatores externos (ameaças e oportunidades) e os internos (fraquezas e forças).

Também é essencial conhecer a concorrência ,direta ou indireta da empresa. Assim, você fica de olho nas mudanças do mercado e passa a se adequar melhor.

Saber quem consome seus produtos ou serviços

Conhecer o público-alvo facilita na hora de distribuir os recursos e de planejar as ações.

É preciso pensar no diferencial do seu produto e entender o que o consumidor procura.

Além disso, você deve observar quais os problemas que o cliente enfrenta para tentar resolvê-los e quais serão os meios de comunicação para facilitar e melhorar a relação entre cliente e marca.

Traçar os objetivos e as estratégias

Depois que todos os itens acima estiverem definidos, você deve decidir quais os resultados que você quer que sua empresa alcance.

Com uma lógica realista e mensurável, você passa para as estratégias.

As estratégias reúnem os planos de ação para atingir a meta que foi definida, englobando o tempo necessário para a realização de cada tarefa e quais recursos serão utilizados.

Com todas as etapas concluídas, é importante medir os resultados, monitorando-os regularmente.

Além de tudo isso, o alinhamento estratégico ainda revela as mudanças que ocorrem ao longo do tempo e que irão precisar de ajustes.

É o que vamos mostrar a seguir.

O alinhamento estratégico

Em linhas gerais, o alinhamento estratégico é parte da implementação da estratégia criada no planejamento.

Ele envolve todos os níveis da organização e une a visão da empresa com todas as suas partes integrantes para que os envolvidos busquem o mesmo objetivo.

Tendo as mesmas metas, é possível reunir melhor os esforços para alcançá-las. As ações alinhadas aos objetivos economizam tempo e energia, mantendo o negócio em movimento e adequando os planejamentos.

A antecipação de cada passo é muito importante para evitar que não se gaste tanto esforço tentando reagir às mudanças inesperadas, que serão analisadas pela gestão de crise.

Para a programação desse passo a passo, são definidos os objetivos e quais serão os produtos finais. Eles devem ser implementados e avaliados posteriormente.

Dicas para implementar o alinhamento

Além de ter bem definidos missão, valores, visão e objetivos, como citado no primeiro tópico, algumas ações são importantes para evitar retrabalho e aumentar a produtividade.

Veja a seguir!

Fortaleça a cultura corporativa

Primeiramente, as expectativas dos funcionários da startup devem estar alinhadas durante todos os processos do alinhamento estratégico.

É importante sempre reforçar as propostas de valor (missão, visão e valores).

Também é essencial ter em mente que os funcionários são passíveis de erro. Cabe à empresa e aos profissionais tirar algum aprendizado deles.

O foco deve estar voltado para as pessoas, tema de que falaremos com detalhes no próximo tópico.

Trabalhe as relações com os membros da startup

As relações internas são sempre muito importantes para um ambiente saudável. Por isso é essencial que se crie uma política de valores a ser seguida.

Antes mesmo da contratação dos seus funcionários, é possível ter alguma noção sobre o jeito de cada um.

Se, na hora do processo seletivo , você já sentir que o profissional não se encaixa no perfil da empresa, não tente inseri-lo passando por cima do alinhamento estratégico.

Outra dica com relação ao tratamento das pessoas é realizar reuniões sempre que necessário. Elas melhoram a comunicação e abrem espaço para feedback.

Além disso, elas criam a sensação de liderança, ao mesmo tempo em que fazem com que cada profissional se sinta parte do processo.

Invista em um bom sistema de informação

O processamento de informações é um dos grandes desafios. Quanto maior a empresa, maior a dificuldade de um rápido levantamento de dados.

Para facilitar essa captação de informações, é importante que os responsáveis pelo sistema usem bem as tecnologias, tornando mais ágil a comunicação entre os setores.

As respostas rápidas são cruciais, já que as mudanças do mercado também ocorrem rapidamente. Isso também possibilita um acompanhamento mais detalhado dos desempenhos.

Todos os envolvidos no sistema de informação devem ter amplo conhecimento da plataforma que será utilizada, estando ciente de todos os mecanismos para atualização e navegação.

Como atingir o sucesso

Por que o alinhamento estratégico é tão importante para as startup?

Como vimos anteriormente, ele possibilita uma melhor visualização do negócio. Além disso, existem outros benefícios.

Veja abaixo:

  • Enquanto startup que não possuem alinhamento estratégico gastam mais tempo em gerenciamento de crises, você concentra os esforços em um alvo a ser alcançado, assumindo as ações agora, no presente.
  • Com esse controle do momento atual, fica mais fácil, também, lidar com o futuro da empresa. Com proatividade e organização, você evita problemas que podem ser previstos com antecedência.
  • Os desafios e as necessidades da startup ficam evidentes desde o começo do planejamento.
  • O alinhamento estratégico faz com que os processos sejam mensuráveis em determinado tempo. De forma clara, ele faz com que a liderança esteja sempre presente em diferentes níveis da empresa, sejam eles estratégicos, operacionais, organizacionais ou táticos.

O segredo dos unicórnios

A empresa 99 foi a primeira no Brasil a sair do patamar de startup iniciante para unicórnio,que significa que a avaliação de preço de mercado chega a mais de 1 bilhão de dólares.

Com toda certeza, o alinhamento estratégico da 99 era muito bem estruturado. Além disso, a startup, como todas as outras que alcançaram o sucesso, combinaram o alinhamento com outros fatores.

Separamos algumas dicas que vão te ajudar a alavancar a startup:

  • Trabalhe com os nichos adequados: o foco é essencial para o crescimento de uma empresa. Por isso, é muito importante que o centro das atenções esteja em um problema de cada vez.

Quando você resolve um problema de um cliente, você pode focar nas novas necessidades que irão surgir. Enquanto isso, você pode usar esse consumidor para se inspirar e fazer novos produtos;

  • Busque sempre a inovação: quando pensamos em inovação, muitas vezes vem à cabeça o futuro. Porém, as startups devem viver o presente. O grande segredo é colocar mesmo a mão na massa! As inovações só sairão do papel assim.
  • Se permita errar: o ditado do "é errando que se aprende" é bastante verdadeiro no contexto dos negócios. É claro que realizamos as ações para que dêem certo, mas o erro também pode ser positivo.

Nos próprios produtos, é importante que os testes sejam feitos e que as correções sejam possíveis, quantas vezes forem precisas. É preciso ter humildade para reconhecer as falhas e proatividade para tentar corrigi-las.

  • Procure a motivação: se você não acredita no seu trabalho, como esperar que as pessoas confiem nele? Procure profissionais que acreditem nos valores da startup. Com trabalhadores engajados, o trabalho fica bem feito.

Entenda qual é o diferencial da sua empresa. Podem haver outras centenas de startups no mesmo ramo, mas entenda e externalize sempre o porquê de sua empresa merecer destaque.

Como vimos durante o texto, o alinhamento estratégico é essencial para a organização e o sucesso da sua startup. Depois de saber mais sobre planejamento e sua execução com o alinhamento, leia também sobre a Indústria 4.0no Brasil e fique por dentro das principais novidades tecnológicas.